A Indomável Paz das Denominações

domingo, 21 de outubro de 2012
Quando você assiste a um filme com Matt Damon ou Ben Affleck e aparece que eles ganharam Oscar. Não foi por atuações mas pelo espetacular roteiro que escreveram juntos do filme Gênio Indomável . Alias quem saiu com a premiação por sua atuação neste filme foi Robin Williams, que entregou um de seus melhores trabalhos.

Gênio Indomável é um filme que conta sobre um professor de matemática que vai escolher um de seus alunos, para aprender junto com ele a resolver difíceis problemas matemáticos. Para escolher o aluno, ele Poe no quadro do corredor da faculdade um problema matemático dificílimo, quem resolver será o aluno escolhido. O que acontece é que quem resolve o problema é o faxineiro da escola um jovem que não tem quase estudo nenhum e é um rebelde. O professor então chama um amigo psicólogo que tem algumas feridas internas por causa da morte de sua esposa para cuidar do jovem.

O interessante do filme é que o psicólogo trata do jovem, mas também aprende com ele. Há uma troca de ajuda entre os dois. E essa sobre este tema do filme que me fez escrever sobre as nossas denominações. Como seria maravilhoso se nossas instituições fossem como este jovem e seu psicólogo que deixaram suas diferenças de lado e aprenderam um com o outro. Seria maravilhoso que nossas denominações conseguissem viver unidas, em comunhão e que Cristo fosse realmente o líder de todas elas.

Mas infelizmente esta não é nossa realidade. Muitas de nossas igrejas viraram mercados da fé onde se tem vendido bênçãos como se fossem alimentos. Os tele evangelistas vivem uma guerra midiática por espaço nos grandes canais de TV aberta. Alguns lideres se tornaram deuses de suas igrejas e são tratados como tal por seus fiéis. A paz das denominações hoje é algo indomável e em minha opinião acho impossível de acontecer porque as diferenças ficaram gritantes demais. Mas graças a Deus porque a igreja, nós a sua noiva permaneçe fiel a ele e essa igreja as guerras denominacionais não podem atingir.

 Autor: Rodrigo Almeida



Filme: Gênio Indomável

Ano: 1997

Sinopse: Em Boston, um jovem de 20 anos (Matt Damon) que já teve algumas passagens pela polícia e servente de uma universidade, revela-se um gênio em matemática e, por determinação legal, precisa fazer terapia, mas nada funciona, pois ele debocha de todos os analistas, até se identificar com um deles.

4 comentários:

Pastor Wellington disse...

Rodrigo, é bem difícil mesmo que haja entre todas as denominações uma união, muitas estão em busca de objetivos que passam longe da vontade de Deus, infelizmente. Mas oremos para que o Espirito Santo venha a tocar no coração de muitos lideres evangelicos que podemos perceber que se perderam no caminho...
um abraço meu querido, fica na paz do Senhor!
Pr Wellington
http://espadadedoisgummes.blogspot.com.br/

Pastor Rodrigo Almeida disse...

é verdade Pr Wellington. Com oração podemos ir alem do que os nossos olhos podem ver. Um abraço e fique a vontade para comentar no blog.

Lidia vicente dos anjos disse...

Graça e paz, Tantos congressos que existem nas igrejas, mas nenhum pela união das igrejas evangélicas eu sou cristã desde meus 14 anos de idade e sinto hoje mais do que nunca essa divisão. Eu penso que se os cristãos fossem um povo só o mundo todo já teria sido evangelizado, pois a união faz a força.visitem meu blog e deixem um comentário isso seria um incentivo muito bom...http://ideaocampos.blogspot.com

Rodrigo Almeida disse...

É verdade Lidia. Se tivesemos uma união forte em Cristo o evangelho já estaria em muitos lugares onde não esta.

Postar um comentário