Dando Amor e Água para Elefantes

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

É raro um filme me emocionar tanto como este filme me emocionou, a poucos dias atrás fui no circo com minha família e fiquei apaixonado por toda aquela sensação de espetáculo que o circo tem. Fui pra casa e fiquei dias com as cenas da apresentação na cabeça, parece que quando você esta vendo a apresentação no picadeiro tudo para. Este filme tem muito desta força do circo, essa paixão ou se preferirem encanto do circo.

O filme fala de um jovem estudante a ponto de se formar em veterinária, que perde os pais fica sozinho e acaba parando numa trupe de circo, ele fica escondido algum tempo em um dos vagões dos trens do circo ate ser descoberto e quando vai ser colocado pra fora ele fala que é veterinário e que pode ajudar com os animais do circo e acaba sendo contratado.

O primeiro animal que ele vai examinar é atração maior do circo um cavalo que faz um número com uma linda jovem e esposa do dono do circo. Ele descobre que o animal esta muito doente e precisa ser sacrificado. Sem a principal atração o circo passa por momentos de crise, ate que o dono arruma um velho elefante para que sua jovem esposa faça o número com ele. Mas ninguém consegue fazer o elefante obedecer e o dono contrariando sua esposa e o veterinário começa a agredir o elefante, chegando a tirar sangue do animal.

O grande lance do filme é o final, o circo pega fogo e numa cena espetacular o dono do circo tenta matar o veterinário que estava namorando sua ex-esposa e ele é assassinado pelo elefante que se vinga das torturas e ajuda o seu amigo veterinário.

Essa é a grande lição do filme você colhe o que planta, como já dizia a canção rompendo em fé “vou plantar e colher” o filme mostra muito bem isto. Em uma cena só o dono do circo é morto pelo animal que ele sempre maltratou e o veterinário é salvo pelo mesmo animal que ele deu amor. Cuidado com o que você planta pôs é isso que você vai colher um dia. Jesus e Paulo nos ensinam a plantar amor nas nossas atitudes, no nosso falar enfim no nosso viver diário. Oferecer amor e um copo de água faz muita diferença no seu caminho pode crer nisso.

Autor: Pastor Rodrigo Almeida








Água para Elefantes


Sinopse: Jacob Jankowski (Hal Holbrook) já passou dos 90 anos e não consegue esquecer seus momentos da juventude nos anos 30, período difícil da economia americana, que o levou a trabalhar num circo. Foi lá, enquanto era jovem (Robert Pattinson) e um ex estudante de Veterinária, que ele conheceu a brutalidade dos homens com seus pares e também com os animais, mas encontrou a mulher por quem se apaixonou. Marlena (Reese Whiterspoon) era a Encantora dos Cavalos, a principal atração e esposa do dono do circo: August (Christoph Waltz) um homem carismático, mas extremamente perigoso quando suas duas paixões estavam em jogo.

Ano: 2011

Nome Original: Water for Elephants

3 comentários:

SIDONE GOUVEIA disse...

Estou seguindo o seu site. Parabéns pela sua inicitativa de fazer algo sob a visão do Reino de Deus! Quero convida-lo a visitar o meu blog, e caso deseje também segui-lo, o endereço segue abaixo, Deus lhe abençoe!

http://sidonemeditandonapalavra.blogspot.com/

JCavalheiro disse...

Caro Pr. Rodrigo!

Conforme sugestão vossa na UBE visitei seu blog, gostei muito e passei a seguí-lo por achá-lo interessante, e passou a estar na lista de meus blogs preferidos. Se desejar poderá fazer uma visita em meu blog e sinta-se a vontade para deixar seu comentário, se achá-lo interessante e desejar poderá segui-lo.

Aceite um abraço do irmão em Cristo....

Pr. João Q. Cavalheiro
http://aramasi.blogspot.com/

Ezequiel Domingues dos Santos disse...

Com certeza, eu iria me emocionar muito com essa cara de dó que o elefante tem; dizem que eles têm uma memória fascinante !
Interessante entrar aqui, dá pra se ver que o Brasil não dá oportunidade pra conhecer coisas de conetúdo pois tem muitos filmes que eu nunca vi.

Paz em Cristo,
Ezequiel

http://www.ezequiel-domingues.blogspot.com.br/

Postar um comentário